Arquivo do dia: 12/06/2009

O zelo do SENHOR

Na 1.2-5, 7

O SENHOR é Deus zeloso e vingador

O SENHOR é vingador e cheio de ira

O SENHOR toma vingança contra os seus adversários

E reserva indignação para os seus inimigos

O SENHOR é tardio em irar-se

Mas grande em poder e jamais inocenta o culpado

O SENHOR em o seu caminho na tormenta e na tempestade

E as nuvens são o pó dos seus pés

Ele repreende o mar, e o faz secar, e míngua todos os rios

Desfalecem Basã e o Carmelo

E a flor do Líbano se murcha

Os montes tremem perante ele

E os outeiros se derretem

E a terra se levanta diante dele

Sim, o mundo e todos os que nele habitam

O SENHOR é bom

E fortaleza no dia da angústia

E conhece os que nele se refugiam

"Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no SENHOR" Sl 112:7

"Não se atemoriza de más notícias; o seu coração é firme, confiante no SENHOR" Sl 112:7

Anúncios

A queda [Gn 12.1-3]

"O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça e me faz andar altaneiramente" Hc 3:19

"O SENHOR Deus é a minha fortaleza, e faz os meus pés como os da corça e me faz andar altaneiramente" Hc 3:19

Na Carta aos Romanos, Paulo afirma que toda a humanidade está por natureza sob a culpa e o poder do pecado, sob o reino da morte e sob a inescapável ira de Deus (Rm 1.18-19; 3.9,19; 5.17,21). Ele relaciona a origem desse estado ao pecado de um homem – Adão -, que ele descreve como nosso ancestral comum (At 17.26; Rm 5.12-14; cf. 1Co 15.22). Paulo, como apóstolo, deu sua interpretação autorizada à história registrada em Gn 3, onde encontramos a narrativa da queda, a desobediência humana original, que afastou o homem de Deus e da santidade, e lançou-o no pecado e na perdição. Os principais pontos dessa história, vista pelas lentes da interpretação de Paulo, são:

1. Deus fez do primeiro homem o representante de toda a sua posteridade, exatamente do mesmo modo como faria de Cristo o representante eleito de todos os eleitos de Deus (Rm 5.15-19; cf. 8.29-30; 9.22-26). Em ambos os casos, o representante envolveu aqueles a quem representou nos resultados de sua ação pessoal, quer para o bem (no caso de Cristo), quer para o mal (no caso de Adão). Esse arranjo divinamente estabelecido, pelo qual Adão determinou o destino de seus descendentes, tem sido chamado de a “aliança das obras”, ainda que essa frase não ocorra nas Escrituras.

2. Deus colocou Adão num estado de felicidade e prometeu a ele a sua posteridade confirmá-la nesse estado permanentemente se, nesse estado, Adão mostrasse fidelidade, obedecendo ao mandamento de Deus, não comendo da árvore descrita como a “árvore do conhecimento do bem e do mal” (Gn 2.17). Aparentemente, a questão era se Adão aceitaria Deus determinar o que era bom e mal ou se procuraria decidir isso por si mesmo, independentemente do que Deus lhe tinha dito.

3. Adão, levado por Eva – que por sua vez foi induzida pela serpente (satanás disfarçado, 2Co 11.3, 14; Ap 12.9) – afrontou a Deus comendo do fruto proibido. Como consequencia, primeiro de tudo, a disposição mental não se opõe a Deus e se engrnadece a si mesmo, expressa no pecado de Adão, tornou-se parte dele e da natureza moral que ele transmitiu aos seus descendentes (Gn 6.5; Rm 3.9-20). Em segundo lugar, Adão e Eva foram dominados por um senso de profanação e culpa, que os levou a ter vergonha e medo de Deus – com justificada razão. Em terceiro lugar, eles foram amaldiçoados com expectação de sofrimento e morte e foram expulsos do Éden. Ao mesmo tempo, contudo, Deus começou a mostrar-lhes graça salvadora. Fez para eles vestimenta para cobrir sua nudez e prometeu-lhes que, um dia, a Semente da mulher esmagaria a cabeça da serpente. Essa promessa prenunciou a Cristo.

Ainda que essa história, de certo modo, seja contada em estilo figurado, o Livro de Gênesis pede-nos que a leiamos como história. No Gênesis, Adão está ligado aos patriarcas e, através deles, por genealogia, ao resto da raça humana (caps 5; 10-11), fazendo dele uma parte da história, tanto quanto Abraão, Isaque e Jacó. Todas as principais personalidades do Livro de Gênesis, depois de Adão – exceto José – são mostradas claramente como pecadoras de um modo ou de outro, e a morte de José, como a morte de quase todos os outros na história, é cuidadosamente registrada (Gn 50.22-26). A afirmação de Paulo: “em Adão todos morrem” (1Co 15.22) só torna explícito aquilo que o Gênesis já deixa claramente implícito.

É razoável afirmar que a narrativa da queda sozinha dá uma explicação convincente para a perversão da natureza humana. Pascal disse que a doutrina do pecado original parece uma ofensa à razão, porém, uma vez aceita, dá sentido total à condição humana. Ele estava certo; e a mesma coisa poderia e deveria ser dita a respeito da própria narrativa da queda.

Extraído de Bíblia de Estudo de Genebra

Spliting the Red Sea, Hebrew version

Spliting the Red Sea, Hebrew version (the animation of Prince of the Egypt)

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Spliting the Red Sea, Hebrew version“, posted with vodpod

 

“EHEIEH-ASHER-EHEIEH”

“EHEIEH-ASHER-EHEIEH”, the Hebrew version of “I AM THAT I AM” from Prince of the Egypt (the animation)

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about ““EHEIEH-ASHER-EHEIEH”“, posted with vodpod

 

“I AM THAT I AM”

“I AM THAT I AM” and God of Abraham introduce yourself to the makind as the Eternal, the Holy One

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about ““I AM THAT I AM”“, posted with vodpod

 

O Principe do Egito – “Hoshiana”, versão hebraica de “Deliver us”

“Hoshiana”, a versão hebraica de “Deliver us” de O Principe do Egito (animação)

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

 

Testemunho de um médico ateu

Edir Macedo

"Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tornai-vos para mim, diz o SENHOR dos Exércitos, e eu me tornarei para vós outors, diz o SENHOR dos Exércitos" Zc 1:3

"Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Tornai-vos para mim, diz o SENHOR dos Exércitos, e eu me tornarei para vós outors, diz o SENHOR dos Exércitos" Zc 1:3

Hoje quarta-feira, dia (10), eu não irei publicar nenhuma nova mensagem. Vamos continuar neste testemunho tão maravilhoso. E se você ainda não leu, leia e veja a Grandeza do Nosso Deus.

Que Deus os abençoe!

Este testemunho me fez chorar.

Quero dividí-lo com você. Leia devagar e com a devida atenção que merece!

Testemunho enviado por e-mail:

Bispo Macedo,

meu nome é Pedro Dante. Eu e minha esposa Antonia enviamos ao senhor este e-mail e desejamos ardentemente que ele chegue até ao senhor. Ele relata o meu encontro com Deus.

Bispo, sou formado em medicina e, outrora, totalmente descrente dessa fé. A mesma fé que minha esposa e minha nonna (avó; somos italianos bispo) sempre creram quando chegaram à IURD. Sempre dependi da força de meus braços, dos meus estudos, orgulhoso da medicina que através de mim salvava vidas. Minha esposa há 12 anos lutou por mim, pela minha salvação. Eu nunca aceitei ela me dizer nada a respeito de DEUS ou da IURD. Sempre fomos de condições financeiras ótimas, nunca dependi de ninguém. Minha esposa muito sabiamente sempre lutou pela minha salvação em silêncio, até porque ela sabia e conhecia o marido que tinha. Orgulhoso, que nunca aceitaria ela me falar de DEUS e da sua fé.

Até que em setembro de 2008 aconteceu, na minha vida, o inesperado. Como sou um médico conhecido e reconhecido, recebi um chamado de um amigo para ir até Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, acompanhar um caso de dengue hemorrágica. Neste caso, eu estaria indo ate lá para fazer uma autópsia. Só o corpo desfalecido para, então, ajudar a medicina a encontrar uma injeção contra todos os tipos de dengue.

Era uma jovem de 26 anos, mas bispo, quando eu cheguei, ela já havia sofrido com traumas como paradas respiratórias e estava em coma induzido. Minha junta médica iria controlar a febre e a hemorragia. Como médico, nunca havia visto uma dengue hemorrágica naquele estado, mesmo assim, havia algo diferente no semblante dela.

Essa jovem, uma guerreira de fé, bispo, e da mesma fé que minha esposa tem. Quando cheguei com minha equipe médica, avaliamos o caso e ela estava muito mal. Era para estar morta, devido a muitas paradas respiratórias. Durante a madrugada, quando ela saiu do coma, minha equipe me chamou.

Eu ainda não havia conversado com ela devido ao seu estado. Ela me disse: Doutor, eu não sei o que o Senhor Jesus vai fazer nessa noite, não sei o que Ele quer, mas sei que a vontade d’Ele vai ser feita na minha vida. E, mesmo se Ele quiser me levar hoje, o senhor não poderá fazer nada. Pode ficar fazendo massagens, dar choques, o que o senhor tiver de fazer, mas só volto se DEUS assim quiser porque minha vida está n’Ele!

Bispo Macedo, aquilo foi um absurdo para mim, porque eu, com todo o meu orgulho, nunca aceitaria uma menina me dizer aquilo. Ela foi realmente abusada. Ninguém antes havia falado comigo daquela forma em toda minha vida. O detalhe é que ela nunca tinha me visto antes. Eu disse à equipe que trabalha comigo: Quem é o profissional aqui? Quem estudou e se especializou na medicina humana durante anos, e agora vem essa jovem, uma menina me afrontar dessa maneira. Quem ela pensa que é? Enquanto eu estudava e salvava vidas, ela estava na igreja servindo a esse DEUS dela!

Bispo, eu sai do quarto dessa jovem que se chama Charlene. Eu sai dali aos berros, irado com tudo aquilo. Ela, mesmo naquela situação, crendo no que não via, porque ela estava aos frangalhos. Quando mais uma vez, o inesperado aconteceu. Naquela madrugada, bispo, essa jovem veio a falecer. Na mesma hora, recordei o que ela havia me dito poucos minutos antes. Rapidamente, comecei a fazer as massagens e usei o desfibrilador. Fiquei durante 40 minutos tentando reanimá-la. Já esgotado das minhas forças, minha equipe parou de me auxiliar e ficou me olhando. Quando o meu auxiliar-chefe e amigo segurou os meus braços e disse: Pedro, chega ela morreu; acabou!

Bispo, eu sai daquele lugar e fui chorar humilhado. Eu disse à minha equipe: “Eu nunca perdi ninguém nesses 35 anos de medicina, e vem essa jovem abusada e me envergonha diante de todos com essa fé nesse DEUS dela (sempre me lembrando da minha esposa que é da mesma fé e igreja da Charlene). Minha junta médica, de cabeça baixa, diante da minha ira e meu transtorno. Depois de alguns minutos, me controlei, recuperei o ar e fui à família dizer que a Charlene havia vindo a óbito.

Eu conversava com a família: Eu fiz tudo que eu pude tentando trazê-la à vida, mas a Charlene veio a óbito. QUANDO A ENFERMEIRA ENTRA CORRENDO E GRITANDO NA SALA: DOUTOR PEDRO, A PACIENTE NÃO MORREU. ELA VOLTOU!!!!!!!!!!!!! BISPO MACEDO, DEPOIS DE TENTAR E ESGOTAR A MINHAS FORÇAS E TODOS OS MEUS CONHECIMENTOS MÉDICOS, E COMUNICAR À FAMILIA O ÓBITO, ELA VOLTA DO NADA. EU JA TINHA DADO O HORÁRIO DE ÓBITO. ELA ESTAVA EM OUTRA SALA. TODOS COM OS PREPARATIVOS NECESSÁRIOS E EU COM A FAMÍLIA DELA. QUANDO ELA VOLTA….

A MINHA CABEÇA NÃO ENTENDEU NADA. REALMENTE, DE NADA ME SERVIRAM OS ANOS DE ESTUDOS, ESPECIALIZAÇÕES E FORMAÇÃO DIANTE DAQUILO. QUANDO ENTREI NA SALA, ELA ESTAVA SENTADA, ‘SORRINDO’. FUI EXAMINÁ-LA, PERPLEXO, SEM ENTENDER NADA, SEM AO MENOS CONSEGUIR OLHA-LA NOS OLHOS.

Sai dali e fui ligar para minha esposa que estava em Campinas (SP), onde morávamos. Ela estava acordada, preparando tudo, porque estávamos de mudança para Portugal. Eu disse para ela: Antonia me ajude, porque não sei o que aconteceu. Não estou entendendo nada.

Expliquei para ela tudo que tinha acontecido naquela madrugada. Antonia disse: Pedro, meu querido, eu sabia que isto um dia iria acontecer. DEUS iria quebrar a suas pernas para você conhecê-lo. Fica tranquilo que tudo vai ser esclarecido. DEUS fez tudo isso só por tua causa.

Chorei muito naquela madrugada. Não consegui dormir enquanto não amanheceu para então conversar com essa jovem.

Pela manhã, logo cedo, fui vê-la. Bispo Macedo, ela me falou de JESUS, de todo o sacrifício d’Ele por mim. Ela me falou que está nas mãos de DEUS e que, em tempo algum, teve medo, porque sabia em quem ela tem crido. E me convidou para ir à Catedral, no domingo, pela manhã, antes de retornar a São Paulo. Disse que eu não tinha mais tempo a perder para participar da reunião na Igreja Universal.

Então, disse a ela que minha esposa, Antonia, era dessa igreja havia 12 anos, e sempre quis me levar com ela. Sempre lutou por mim. Charlene disse: DEUS ouviu as orações da sua esposa, doutor. Os propósitos dela a teu favor. Nessa madrugada, O MEU DEUS teve de usar uma ‘morta’ pra salvar a sua alma, porque Ele havia usado muitos ‘vivos’ ,mas o senhor não dava ouvidos para DEUS.

Fui até a Catedral de Campo Grande (MS), onde o bispo disse: que DEUS age quando a medicina não pode mais agir. Que esse é o DEUS na Igreja Universal. Até pensei que a Charlene ou alguém havia dito para ele o que aconteceu, mas era DEUS falando para mim. Participei da reunião ainda perplexo com tudo aquilo. Sai dali com aquelas palavras e ainda tentando entender tudo que havia acontecido. Conversei com os pastores e esposas amigos da dona Charlene que acompanharam tudo de perto, pelo telefone e e-mails, porque eles moram em Porto Alegre (RS). São eles: Pr. Davyd Windsor e dona Jecy, Pr. Cristiano e Dona Paula, como dona Charlene diz, amigos mais próximos que irmãos na vida dela. O pr. Davyd, por e-mail, me disse : Dr. Pedro, desde o começo, o alvo não era a Charlene, porque ela já está salva! O alvo de DEUS era o senhor!

Bispo, voltei para São Paulo, encontrei minha esposa, a Antonia. No ato, ela me disse que eu não era o mesmo Pedro que ela havia visto da última vez! Mesmo com a viagem marcada para Portugal fomos até a IURD do Brás, onde pedimos aos pastores para conversarmos com o Bispo Romualdo, Bispo Jadson ou o pastor Edson, mas a pastora disse que o Bispo Romualdo estava viajando e que o Bispo Jadson e o pastor Edson não estavam atendendo. Mesmo assim, participei da reunião com a minha esposa.

O bp. Jadson chamou as pessoas que queriam entregar a vida para DEUS. Eu fui até a frente e me entreguei. Imediatamente, houve a PAZ, O GOZO. Havia saído TONELADAS das minhas costas. Agora entendo tudo o que DEUS fez por minha alma. O sacrifício do SEU FILHO, O MEU SENHOR JESUS. HOJE, EU O ASSUMO COMO MEU SENHOR. Entendo que o que aconteceu em Campo Grande foi para eu conhecer a DEUS. Tenho um encontro com DEUS! Hoje moramos em Portugal. Estou construindo o meu Hospital. Meus filhos também já eram da IURD junto com a minha Antonia. A minha nonna (in memorian), que lutou por mim, pode sentir em mim o perfume de JESUS. Ela também era da IURD. No terremoto que teve na Itália, em L’aquila, minha nonna foi ter com JESUS. Sou conformado porque ela está salva e, se o mesmo acontecer comigo, tenho certeza que estarei salvo.

Bom, Bispo Macedo, esse foi o meu encontro com DEUS. Tentei resumi-lo e não entrar em tantos detalhes… mas é isso, Deus me salvou, reconheço que só Ele tem domínio e Poder de tudo. E que tudo é possível àquele que crê. Até para a morte!

Dias depois de tudo que ocorreu naquele hospital, foi internada uma paciente com dengue hemorrágica. Ela faleceu. Só uma detalhe bispo: Essa outra paciente servia aos encostos e o semblante dela era pesado, triste. Faleceu com o rosto de agonia, totalmente diferente e oposto ao que eu havia visto dias antes, o Poder de DEUS.

Dona Charlene está totalmente recuperada, sem nenhuma sequela, para quem teve 13 paradas respiratórias, hemorragias internas, ficou 40 minutos sem batimentos cardíacos e respiratórios, entre comas e comas induzidos. Depois disso tudo, ressuscitar sorrindo é realmente um milagre do Poder do nosso DEUS! Ela me disse que não é contra a medicina, que é de DEUS, mas é limitada. E o nosso DEUS não tem limites! Antonia agradece a DEUS todos os dias pelo que aconteceu porque o antigo Pedro, orgulhoso, nunca reconheceria que isso é um milagre, se não acontecesse comigo.

Espero que esse e-mail chegue ao senhor Bispo. Me perdoe por tudo que disse do senhor e da sua fé antes. Já pedi perdão à Antonia porque eu a chamava de ‘Macedina’. Por favor bispo, minha sinceras desculpas, e meu grande agradecimento pelo senhor ter sido perseverante diante de tantas dificuldades que viveu ( Li o LIVRO ‘O BISPO’) para resgatar as almas e a minha alma.

*Detalhe bispo, antes eu era conhecido como ”DR. HOUSE” incrédulo! Hoje Dr. Pedro, um homem nascido de DEUS.

Em fé, Pedro Dante e Família


Extraído de http://www.bispomacedo.com.br/blog/

[Jun 11’09] Podcast inaugural dos Guadiões da Fé – O blog cristão na web

Clique no link abaixo e ouça o primeiro podcast dos Guardiões da Fé

http://snapcast.forcajovembrasil.com.br/95/13-uma-conversa-especial/

Participantes: Vinicius Madureira, Alexandre Fernandes, Israel Silva, Rogério Bolanho, Lucas Camilo e Amanda Jéssica

"Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque felizes serão os que guardarem os meus caminhos" Pv 6:32

"Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque felizes serão os que guardarem os meus caminhos" Pv 6:32

Enquanto isso, no inferno…

"Eu os remirei do poder do inferno e os regatarei da morte; onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua destruição?" Os 13:14

"Eu os remirei do poder do inferno e os regatarei da morte; onde estão, ó morte, as tuas pragas? Onde está, ó inferno, a tua destruição?" Os 13:14

 
O que se segue aqui abaixo é uma ilustração do que o teu sacrifício causa.
Tenha paciência, leia todo o texto e tire as suas conclusões.

**************************
 
No centro das cavernas do inferno. Subitamente uma criatura repulsiva interrompe a pavorosa vida de satã, com uma mensagem urgente.
Lê-se: “Código vermelho”, “Reunião necessária”, Previsões catastróficas”.
Com um profundo aborrecimento satã concorda em reunir-se com seu demônio-chefe.
Esta é a estória deste encontro:

-Você pode entrar!

 

– Oh, meu senhor satã…

 

– Seja curto e objetivo.

 

– Senhor, nós estamos com problemas de proporções catastróficas!

 

– Onde?

 

– No Brasil. E encontram-se espalhados em mais de 180 países no mundo. O estrago é imenso!

 

– Há algo errado com minhas clínicas de aborto?

 

– Não, senhor, está tudo bem. Nós matamos 4 mil fetos por dia através de, como dizer, remoção cirúrgica.

 

– Bom! – risos – Há algum problema com meu projecto favorito, violência na mídia?

 

– Senhor, está impregnado desde os vídeos até os desenhos! Auando as crianças terminam o colegial, elas já viram 70 mil assassinatos!

 

– Isto é eficiente?

 

– Senhor, é só ver os jornais!

 

– Existe algum problema com as minhas falsas religiões?

 

– Oh, não, senhor. Esta tarefa vai muito bem! Mais de 45 milhões de pessoas acreditam em astrologia!

 

– Parece que estamos melhorando o padrão!

 

– Sim, senhor, somente 50 milhões dizem ser nascidos de novo…

 

– Há algum problema no geral?

 

– Senhor, estamos em tremendo progresso! Adolescentes descontrolados? A cada ano, um milhão ou mais! Um adolescente comete suicídio a cada 90 minutos. Isto nos trará mais vidas este ano do que a guerra do Iraque.

 

– Bem, existe algum… – de repende ouve- se uma grande explosão

 

– O que é isso? – pergunta satnás

 

– Senhor, esta é a razão de todos demônios estarem de muletas e inquietos…

 

– O que está acontecendo?

 

– Senhor, isto é o que eu estava tentando dizer… Este é o nosso problema!

 

– Somente uma coisa causa hostilidade de tal tamanho…

 

– Então, senhor, você sabe o que nós estamos enfrentando?

 

– Sim, é algum daqueles santificados… Comprados pelo sangue do cordeiro, cheios do Espirito Santo…

 

– De fato… No momento… Eles estão em sacrifício e oração.

 

– Senhor, eles são uns verdadeiros terrores santos. Eles nos amarram, nos expulsam, eles citam as escrituras como o Filho de Deus. E se o senhor não intervir, nós todos, os demônios, podemos terminar numa manada de porcos! 

Senhor, essas são as boas notícias. As más notícias são o objetivo do sacrificio e das orações deles que ameaçam nossa sobrevivência.

 

– O tema que eles utilizam está causando estragos no império das trevas!

 

– As más notícias são… senhor, eles estão na fogueira santa.

 

Ouvem-se gritos. – Eu odeio sacrifício! – diz satanás – Então irei contra eles com perseguições, dificuldades financeiras…

 

– Senhor, nenhuma arma forjada contra eles prosperará. Isto está na Bíblia também…

 

– Sim, eu ouvi.

 

– Então vou desviar a atenção deles para perderem o seu alvo.

 

– Mas está escrito: “resisti ao diabo e ele fugirá de vós”…

 

– Obviamente, o inimigo está levando a batalha mais a sério do que nós.

 

– E isso é muito perigoso, senhor, principalmente para mim.

 

– É hora de lançar o meu ataque final, o mais cruel de todos! Vou trabalhar na mente deles, vou fazer eles pensarem que não é preciso sacrificar e assim eles ficarão acomodados com a vida que têm.

– Mas, senhor, você sabe o que acontecerá se você fizer isto…

– E o que acontecerá?

 

– Senhor, o sacrificio e as orações deles serão espadas contra todos nós, e lembrarão também do sacrificio de Jesus na cruz e dos heróis da fé …. e assim mais uma vez vencerão.

 

Ouve-se um grito desesperador 

– Nãooooooooooo!