Galeria

“Meus heróis morreram de overdose” – Ideologia (Cazuza/Frejat)

Uma frase significativa pra mim e outros milhões de apaixonados por Rock’n’Roll de todo o planeta. Mas afinal, quem são nossos heróis?

Relembrando a história do rock e o que ele significou e ainda significa para o mundo, podemos ver suas origens nos subúrbios dos Estados Unidos no final dos anos 40 e inicio dos anos 50.

Oriundo de outros gêneros, tais como, Rhythm & Blues, Country, foi se fortalecendo e se popularizando pelo mundo em um ritmo alucinante tanto quanto a maneira como influenciou o mundo.

Como símbolo de rebeldia desde o seu início, era proibido pelos pais de ser escutado, sendo muitas vezes banido de programas de rádio e TV. O próprio rei do rock, Elvis Presley, quando aparecia na TV, não se permitia que a câmera filmasse abaixo dos quadris, pois era “obscena” a forma que dançava. Aliás, o próprio nome rock’n’roll, era uma gíria utilizada para sexo na época. Elvis e outras lendas do rock sobreviveram a essa fase inicial, ajudando a popularizar e influenciar jovens do mundo todo.

Chegando aos anos 60 vimos a fase mais poética e politizada da historia do rock, com o surgimento de Beatles, Bob Dylan, Rolling Stones e mais tarde Doors, Jimi Hendrix, Janis Joplin entre outros, que juntamente com a cultura hippie mudaram o comportamento e os pensamentos do mundo.

Os Hippies defendiam o amor livre e a não violência, idealizada pelo lema “paz e amor”. Havia nesse período uma grande mobilização pela paz, pela igualdade, pelos direitos civis e principalmente pelo antimilitarismo, que eram preceitos adotados por Martin Luther King e Gandhi, claro, guardadas as devidas proporções, pois nos ideais hippies também haviam o uso de drogas e sexo livre e um toque de anarquismo.

Estes hippies se popularizaram entre outros motivos pela luta (não armada) contra a guerra do Vietnã, onde milhares de jovens americanos morriam sem motivos numa guerra absurda.

Ligados ao uso abusivo de drogas, surgia no final dos anos 60 o rock psicodélico, estilo que influencia diversas bandas até hoje.

O ponto culminante do movimento hippie foi o festival Woodstock, realizado no verão de 1969, um culto a contracultura e toda uma mudança sonhada pelos hippies. A partir de seu cartaz podemos observar isso: “Woodstock – Uma Exposição Aquariana: 3 Dias de Paz & Música”, era em que os hippies esperavam pois seria uma era de fraternidade universal.

O movimento hippie e toda sua contracultura ficou abalado e sem prestígio após o caso da “Família Manson”, em que ocorreram assassinatos, entre eles o assassinato da esposa de Roman Polanski, Sharon Tate.

Após esse período de loucuras… o rock continuou com suas loucuras. Não seria normal para um movimento que desde o início se baseou na rebeldia, que parasse e surgissem “anjos”. Heavy Metal nos anos 70, Hard Rock, Punk, Grunge, Death Metal… enfim o rock sempre terá um novo aspecto que influenciará muita gente, mesmo com a loucura de Cazuza, que contraiu HIV devido a sua louca vida. Mesmo com os abusos de drogas que mataram John Bonham, Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Keith Moon, entre tantos outros. Mesmo com as inúmeras atitudes loucas ainda serão ícones, ídolos e heróis de muita gente.

Mas afinal, quem são nossos heróis?

Autor: E. Júnior


“ESTA É UMA CONTRIBUIÇÃO DO E.JUNIOR E NÃO REFLETE OS PENSAMENTOS, NO TODO OU EM PARTE, DO kuryusthelord”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s