Galeria

7 bilhões em um só planeta

Por Gisele Brito
gisele.brito@folhauniversal.com.br

O planeta precisou de mais de 4,5 bilhões de anos para chegar a seu primeiro bilhão de habitantes. Mas depois não parou mais. O intervalo entre o 5º e o 6º bilhão foi de apenas 12 anos. E, segundo as expectativas da Divisão de População das Nações Unidas, o mundo terá 7 bilhões de pessoas até o final do ano.

A quantidade impressiona. Para quem vive em grandes centros urbanos saturados como São Paulo e Rio de Janeiro, a sensação é de que não cabe mais ninguém. E diante da escassez de recursos naturais anunciada frequentemente por ambientalistas, parece pertinente perguntar: o planeta é capaz de sustentar tanta gente?

Uma metodologia tenta responder essa pergunta calculando o impacto
ambiental de cada pessoa – ou seja, o quanto de recursos naturais ela usa no dia a dia, inclusive indiretamente, como a água utilizada no ciclo de produção de uma peça de roupa. E a resposta não é das mais animadoras: o planeta já está 35% acima de sua capacidade.

“Se você pesca muito e não dá tempo para os peixes se reproduzirem, uma hora a quantidade de peixes vai diminuir e pode acabar. Atualmente, em escala global, nós já retiramos do meio ambiente mais recursos do que ele tem capacidade de repor a curto prazo”, explica o demógrafo da Escola Nacional de Ciências Estatísticas José Eustáquio Diniz.

Ele acredita que o desenvolvimento tecnológico capaz de criar novas e mais eficientes possibilidades de matéria-prima e produção são fundamentais. “O petróleo, por exemplo, vai acabar, e se nós não conseguíssemos criar novas formas de nos aquecer e produzir energia estaríamos acabados. Mas hoje já temos tecnologia para suprir nossas necessidades usando outras fontes energéticas”, aponta.

Para ele e outros especialistas ouvidos pela Folha Universal, mais importante do que a quantidade de gente habitando a Terra é a forma como elas consomem e produzem. “As pessoas que mais usam recursos naturais vivem nos países ricos e quem está nos países pobres passará a consumir cada vez mais, conforme se desenvolvam. O que é bom.

O que precisamos fazer para que isso não gere o colapso do planeta é criar um padrão de consumo que não seja igual ao dos Estados Unidos e Europa”, acredita Estanislau Maria, do Instituto Akatu. Segundo ele, 16% da população mundial consome 78% dos recursos naturais da terra. Com isso, sobram apenas 22% para ser divididos por 84% da humanidade. “Em todos os países ricos, com exceção dos Estados Unidos, a população ou está estagnada ou está diminuindo. A população cresce exatamente nos países mais pobres”, reforça Diniz.

Para Estanislau Maria, a sociedade do futuro vai dar menos importância à posse e mais ao uso. “Claro que todos querem ter uma máquina de lavar, mas ela não brota na casa das pessoas. Para fabricá-la é necessário extrair minérios, depois usar embalagens plásticas para transportá-las em caminhões que usam combustíveis fósseis. Se cada um dos 7 bilhões tiver uma máquina de lavar, estaremos perdidos. Mas as cidades podem ter cada vez mais lavanderias públicas e isso diminui o impacto do consumo individual”, exemplifica.

Veja mais notícias na Folha Universal

Anúncios

5 Respostas para “7 bilhões em um só planeta

  1. Olá.
    Publiquei esse post na Teia mas como vocês devem ter percebido eu mudei a imagem,é que eu estou com um problema na minha plataforma que não me permite baixar imagens sendo assim eu tive que colocar uma que estava na galeria ,espero que compreendam
    Até mais amigos

  2. Pingback: 7 bilhões em um só planet | Blog Teia

  3. Pingback: Blog Teia

  4. Obrigado pelo texto.

    muito bom :b

  5. Acredito que de qualquer forma, os recursos naturais acabarão, poupando ou não, isso é apenas uma questão de tempo. Nada é pra sempre, nem mesmo este planeta. Se uma pessoa realmente quer poupar o planeta, deveria a mesma, ir morar no meio do mato, pois não se tem como falar em recursos naturais, diminuição do lixo, emissão de gazes se nós demandamos tantos produtos. Isto seria ou é Hipocrisia. Isto nunca vai mudar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s