Louvor matinal [Dom. Ago 23’09 – 05h30]

"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações" Sl 46:1

"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações" Sl 46:1

Ah, SENHOR, meu Rei, ah meu amado

Quem é como tu, meu Rei

Grande em todas as batalhas

Tu, SENHOR bendito, és colossal

Não há quem se compare a ti

Tu és o único

O primeiro e o derradeiro

Abrem-se, SENHOR, Deus de Jacó

Os portais eternos e tu vens

Vem entre os trovões e relâmpagos

Vem entre o retumbar dos montes em desespero

O SENHOR, o Rei da Glória

Juntam-se todas as nuvens como uma parede

Todas as nuvens mais densas do que o aço fundido

E todas, como um só homem, curvam-se diante do meu Rei

Cantam as estrelas numa única voz, atravessando o infinito

Rendem elas as devidas glórias ao nosso único Deus

Mas as glórias e louvores das estrelas todas são pouco ainda para o meu SENHOR

Ele é o Rei da Glória

Diante dele as estrelas empalidecem

Secam-se as coitadinhas

Calam-se todos os trovões

E fogem todos os relâmpagos

Derretem-se os montes

Secam-se os mares

E murcha-se a terra

Porque comparável ao meu SENHOR

Nunca houve

Num jamais algum dia haverá

O SENHOR, o meu SENHOR é único

Louvores a ti, meu Rei

E eu aqui, pequenino, poeira que sou

Rendo-lhe, SENHOR, meu Rei

O único bem que tenho

Dou-lhe, SENHOR, é teu

É o meu tesouro, a única preciosidade que possuo

Toma, SENHOR, Rei da Glória, a minha alma

Toma, meu amado

Sou teu, SENHOR, todo teu

Não sobra nem sequer uma pequena parte em mim que não seja tua

Vem, meu SENHOR

Vem, pois tu, só tu me agradas

O mundo perdeu seu brilho para ti

Tu és o meu tesouro escondido

A minha força no dia da tristeza

A minha torre de vigia no dia do terror

Cidadela fortificada para proteção

Forte é o meu SENHOR

Absoluto és tu, SENHOR

E eu aqui, diante de ti

Me entrego, me rendo

Me derreto diante de ti, feito água

Dobram-se os meus joelhos

E confessa a minha língua: Tu és meu Rei

Entronizado no mais alto dos montes

Reina o meu SENHOR para sempre

Pois fizeste-te por pai da eternidade

Sou teu, SENHOR, todo teu


 

“Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam

Levantai, ó portas, as vossas cabeças;

Levantai-vos ó portais eternos

Para que entre o Rei da Glória

Quem é o Rei da Glória?

O SENHOR, forte e poderoso

O SENHOR, poderoso nas batalhas”

Sl 24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s