O meu SENHOR

O meu SENHOR é o centro da História. Não haveria História se não fosse pela vontade do meu SENHOR. Na verdade o meu SENHOR é tão magnífico que nem mesmo vida haveria se não fosse por ELE.

O meu SENHOR conduz a História. Antes que a História fosse criada, ELE já existia, porque o meu SENHOR não somente criou a História como também moldou e trouxe à luz todos os seus coadjuvantes.

“E haja luz” – Assim disse o meu SENHOR que se chama pelo nome de Eterno.

E no meio daquele “nada” houve a luz. O meu SENHOR trouxe a luz à luz. E daquele momento em diante vieram à baila todas as incontáveis criaturas animadas e inanimadas que o meu SENHOR pretendeu criar.

Não houve obstáculos para o meu SENHOR. Ele ordenava e o que Ele queria que acontecesse acontecia, exatamente como Ele já havia planejado no recôndito do seu Espírito.

O meu SENHOR reina até hoje. Nem as estrelas sem fim bastariam para acender em comemoração aos anos de sua existência, pelo simples fato de que O MEU SENHOR SEMPRE EXISTIU.

O meu SENHOR sabe tudo, toca em tudo e averigua tudo. Ele é extremamente zeloso pela sua obra e pelo seu Nome.

O Nome do meu SENHOR é a sua própria Glória. E a Glória do meu SENHOR se manifestou na perfeita encarnação do seu unigênito: JESUS CRISTO, o Filho do Deus Vivo.

O meu SENHOR, que é eterno, deu a seu Filho, o Amado, o nome que está sobre todos os nomes. Todos os poderes e autoridades estão abaixo do nome do seu Filho. JESUS CRISTO é o seu nome. E como eu amo esse Nome!

O Nome do seu Filho é a sua própria pessoa porque o Filho é a exata perfeição da imagem do Deus Vivo.

E o seu Filho reina. ELE reina com cetro de ferro. ELE rege sobre as nações, sobre os povos. É ELE quem coordena o Universo, quem acende as estrelas, quem esquenta os bilhões de sóis da eternidade.

E o Filho veio ao mundo. Feito homem, na pele de um homem. E ELE reinou no coração dos homens pecadores.

Mas o mundo não o reconheceu como o Filho do Deus Vivo, aquele mesmo do início desta redação. E que pecado é este! Como puderam não enxergar no meu SENHOR o Espírito do Deus Eterno?

E foi assim, simples assim: eles O mataram. O prenderam numa cruz, fizeram ELE sofrer, gemer, chorar, se contorser.

“Eli, Eli, lamá sabactâni?” – A agonia era tanta que o Filho bradou para o Pai por que este O havia abandonado.

Mas, não se enganem nem se pertubem. O meu SENHOR NUNCA PERDE!

Ah, o meu SENHOR vence sempre… como eu amo o meu SENHOR!

Aquele que havia sofrido chutes, pontapés, socos, uma coroa de espinhos; aquele que havia sido humilhado, destratado, maltratado, esquecido, ELE mesmo ressurgiria do inferno, trazendo consigo as chaves da Vida e da Morte.

Ah ninguém sabia, ninguém esperava por isto… Eles esperavam um guerreiro, um homem de batalhas, o grande filho de Davi, tão sanguinário quanto o rei Davi.

O mesmo que fora vilipendiado até as últimas consequencias, ressurgiria da região abissal, cheio de glória e honras.

Nada fora obra do acaso. Os seus algozes não conheciam ou não queriam entender que as Escrituras já haviam falado do meu SENHOR como o Sacrifício. Todo sacrifício apontava para o Sacrifício, o Cordeiro. Tudo já havia sido preparado pelo Deus Eterno com um único propósito: a redenção dos mesmos homens que vilipendiaram o seu eterno Filho.

Porque Deus nos ama, sem barreiras, sem medidas e sem restrições.

E o meu SENHOR subiu do inferno após ter derrotado satã e ter-lhe arrancado as chaves da Vida e da Morte. A salvação nunca mais seria aniquilada pelas forças do inferno. Jamais em tempo algum haveria forma de destruir a Nova Aliança do Deus Vivo com os homens, a saber, o Sacrifício.

Mas o Reino dos Céus, a Glória de Deus, é o lugar do meu SENHOR. E ELE subiu mais alto que as nuvens e está agora ao lado do Deus Pai, reinando.

O meu SENHOR foi, mas deixou o seu ESPÍRITO conosco. É o ESPÍRITO quem nos ensina, quem nos assiste, quem nos protege. O ESPÍRITO é a espada que o meu SENHOR entregou para ser a nossa ferramenta de batalha.

O ESPÍRITO geme por nós, nos auxilia, nos ouve. Assim, dentro de nós, moldando nosso ser, transformando nosso caráter. Porque o meu SENHOR subiu, mas deixou o seu ESPÍRITO conosco para fazer transformações inauditas no nosso ser.

E o ESPÍRITO que guiou o meu SENHOR para criar a luz para que o meu SALVADOR pudesse andar entre nós, este mesmo ESPÍRITO continua entre nós, porém habitando dentro de nós.

E aquela luz criada pelo Deus Vivo brilha dentro de nós, como a chama ardente que destrói todas as trevas.

"O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz subir" 1Sm 2:6

"O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz subir" 1Sm 2:6

Uma resposta para “O meu SENHOR

  1. Pingback: Deus, o Criador – Sl 148.5 | kuryusthelord

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s