Te resistirei, serpente sinuosa

"Se procedres bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz a porta" Gn 4:7

"Se procedres bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz a porta" Gn 4:7

Resistirei a ti, serpente sinuosa
Ó tu que sibilas mentiras
Tua língua bifurcada está cheia de ódio
E tuas escamas produzem só o que é morte

Resistirei todos os dias da minha vida
Porque teu veneno foi anulado em mim
Tu não o inoculas mais
Pois tomei do antídoto

Quando vieres sorrateira
Para me levar em teu engodo
Fujirás de mim comendo do pó da terra
Extinguirei de mim o pensar em ti

Quando arrastares o teu guizo em minha direção
Esmagarei a tua cabeça
Serei teu inimigo
Perpetuamente estarei contra ti

És áspide traiçoeira
E vives a chocar teu fruto
Teu ninho é morte certeira
E tormentos sem fim

Quebrarei todos os teus ovos
Antes que a tua cria veja a luz
Serei o martelo da tua destruição
Para aniquilar a tua descendência

És vaidosa e cheia de malícia
Pois tens o mundo como teu aliado
Se suspiras ele te dá
E tu cobras à altura

Mas te resistirei
Combato contra ti uma guerra diária
Pois tu não te cansas
E eu não me rendo

Te resistirei
Mesmo que me dês fartura
Ainda que me prometas luxúria
E por fim me entregues meus sonhos

Resistirei
Como só os fortes resistem
Como só os grandes vencem a ti
De joelhos aos pés do meu Rei

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s